Artesanato,penteados e vestidos de noiva
Artesanato,penteados e vestidos de noiva

Aplicação de tecido em pano de prato

 
Aqui estão alguns panos de copa
que fiz aplicação de tecido.
Usei o tecido termo colante e costurei com o ponto caseado.
É uma delícia e bem fácil de fazer.
Segue abaixo alguns modelos com seus moldes.






 
 
 
 

aplicação de tecido em pano de copa

 
Aplicação de gatinho. em tecido.
 

risco do gatinho
 

Aplicação de gato com flores
 

risco do gato com flores
 

Olá!!!
Passando rapidinho para postar mais alguns panos de copa
Desculpem a ausência, mas nestes dias estou correndo muito e acabei abandonando o bloguinho.
mas com calma vou postando os trabalhinhos que estou fazendo.

Aqui estes dois panos com a barra feita com aplicação de frutas.
Não coloquei os moldes pois laranja e maçã são super simples, ok?
 

APLICAÇÃO COM TECIDO EM PANO DE COPA

 

Aplicação com tecido sobre pano de copa.


Olá queridas amigas!!!
Hoje estou muito feliz pois iniciei uma nova técnica de artesanato com tecido.
Aí está meu mais recente trabalho: um pano de copas com desenho todo feito com aplicação de tecido colorido!
Eu ainda não fiz o barrado, mas não aguentei esperar para mostrar rsrsrrs!!! Eu gostei muito e já estou riscando um novo modelinho !!!
Quando eu terminar o barrado, mostro o pano completo!!!

Informações sobre a aplicação com tecido.
Eu vou explicar como eu faço, mas minha técnica é intuitiva, tá?
1º - Escolha um desenho e amplie no papel sulfite até ficar do tamanho que vc quer.( é bom começar com um desenho simples).
2º - Escolha o tecido para cada pedaço deste desenho.
3º - Recorte o desenho parte por parte. Exemplo: Na casinha, recortei e separei o telhado da casinha, separei as portas, janelas etc.
4º - Cada peça de papel será um molde para um pedaço de tecido diferente.
5º - Usando estes moldes de papel, risque-os no tecido colante. (é aquele tecido que tem uma colinha no verso, e que gruda quando passamos o ferro elétrico.) Use caneta normal e risque o contorno de cada peça exatamnete no tamanho em que está.
6º - Recorte o tecido colante, peça por peça e separe os tecidos para cada parte do desenho.
7º - Agora, vc vai colocar o tecido colante no tecido estampado. Posicione o tecido estampado sobre a tábua de passar roupas com o lado avesso para cima. Alise o tecido com o ferro e deixe bem esticadinho sem repuxar. Pegue o pedaço de tecido colante que vc vai grudar neste tecido e posicione com o lado da colinha para baixo. Então, os dois tecidos deverão estar avesso com avesso.
8º - Com o ferro aquecido em temperatura média, repouse o ferro por uns segundos sem deslizar para não tirar o pano do lugar (ele pode ficar torto). levante o ferro e verifique se a colinha derreteu. Repita até que toda a super fície esteja grudada. Dependendo da temperatura do seu ferro, vc saberá se precisa ficar mais, ou menostempo com o ferro sobre o tecido. Cuidado para que o lado da cola não vire para cima, pois é bem chato limpar o ferro rsrsrs.
9º - Depois que todos os colantes estiverem grudados nos tecido estampados, vc deverá recortar deixando uma borda extra de tecido estampado de + ou - 1,5cm de largura.
10º - Com a ajuda do ferro, vire as bordas para trás. Use como base o limite do tecido colante. Todo tecido colorido que estiver maior que o colante, deverá ser virado para trás.
11º - Agora todas as peças já estão prontas para a costura. Decida quais partes ficarão em primeiro, segundo e terceiro plano.
Exemplo: 1º a casinha, depois as portas e janelas que irão por cima.
O telhado també é preso depois que a casinha já estiver presa, etc. Para combinar as cores da costura eu gosto de usar a linha um ou dois tons mais escuro que a cor principal do tecido que estou costurando.
Exemplo: Se o tecido é amarelo, uso a linha laranja, se o tecido é verde claro, uso a linha verde escuro, etc.
 
 
 

Aplicação de tecido em pano de copa

 
Olá, para começar mais uma semana, 
vou postar mais alguns panos de copa com aplicação de tecido.
Aplicação de tecido - vaso de flores.
gráfico AQUI.

aplicação de tecido - família cócó 1
 
aplicação de tecido - família cócó 2
 

graf. família cócó

Gráfico da família cócó  forma de ovo.
 
Aplicação de tecido - galinhas.

Gráfico das galinhas

Aplicação de tecido - pintinho no ninho.

Gráfico do pintinho no ninho.

 Uma feliz semana, bem produtiva
e com muitos acontecimentos felizes a todos!


Toalhas de crochê - Gráficos

 

photo

 

photo

 

photo

 

Broche de Flor de Fuxico ( PAP )

 
 Olá meninas, vamos fazer um lindo broche com fuxicos?
Fiz um PAP para facilitar.
Vamos lá?
 
 Material: 5 pedaços d tecido com 5 x10 cm.
1 pedaço tecido com 5 x 20 cm.
1 pedaço de 5cm de fita de seda para nó.
30cm de fita seda para lacinhos.
Tesoura.
Linha e agulha.
1 base para broche ( com alfinete ).
Pistola de cola quente.
 Em cada um dos 6 pedaços menores de tecido, 
vire a borda para dentro e prenda com alfinete.
 

 Dobre ao meio com o lado direito do tecido para fora.
Deixe a dobra lateral para dentro e alinhave a base formando o fuxico.

 

 Puxe a linha franzindo até formar uma meia bola.
Arremate bem e corte a linha.
 

 Repita nas outras 5 peças.
Faça também o franzido no tecido maior da seguinte forma:
Dobre as bordas para dentro até o centro e depois dobre ao meio,
faça o franzido passando a agulha pela base e enrole formando um botão de flor..
Faça um nó com a fita menor.
 


Use cola quente para prender as metades de fuxico formando uma flor.
Tenha cuidado para sobrepor a metade do fuxico sobre o fuxico seguinte e
assim por diante até fechar o círculo de pétalas.
 
 Se achar necessário, arrume e prenda as pontas antes de colar o miolo.
 
 Use cola quente para prender o botão de flor cobrindo o meio da flor
.
 E no meio do botão de flor, cole o nozinho feito com a fita.
 
 No avesso da flor, cole os lacinhos de fita.
 
Pronto! Seu broche feito com flor de fuxicos está pronto e lindo!!!!
 

CHAVEIRINHOS E BROCHES DE FLORES DE FUXICO

 
Chaveirinhos de flor de fuxico com enchimento de manta acrílica e com flor de fuxico intercalado.
Chaveirinhos com enchimento de manta acrílica.
São muito fofas, macias e leves.
Estas flores são feitas sobrepondo uma metade do fuxico sobre a outra. Costura-se a base da mesma forma que fazemos o fuxico normal, com a diferença que sempre haverá uma parte de uma pétala sobre a anterio, até terminar a volta( a última péla sobrepoe a primrira para fechar o círculo). No miolo usei um fuxico com enchimento de manta acrílica.

Pregadeiras ou broches.


As flores são presas a base plástica que tem o alfinete.
Usei cola quente para isso.
Alguns dos miolos são botões de metal ou plástico em formatos variados.
 
 
 

 

Pano de Prato recortado Galinha Esparramada

 
photo
 
 

 

 

photo

 

photo

 

photo

Toalha de banho RAFAEL

 

photo

Pano de Prato Galo Pscodélico

 

photo

Pano de Prato Galinha

photo

Tapete para cozinha Galinha Happy Detalhe

 

photo

Tapete para cozinha Galinha Esparramada

 Riscos para pintura em pano de prato de legumes: cenoura, abóbora, berinjela, milho, alho, tomate, ervilhas, cogumelos



moranga milho beringelacenou e cebola e cogumelos

 

Hoje trago para vocês riscos de coelhinhas lindas de morrer. Ótimos riscos para desenhar e pintar em fraldas, panos de prato, fazer semaninhas. São bem fofos mesmo. Imprima e dê ainda para as crianças colorirem, os desenhos são suaves, doces e cheios de detalhes. Divirta-se!!

coelha-borboleta-riscolinda-cesta-pascoacoelhos-dançando-pascoacoelhinha-de-pijamacoelhinhas-pascoacoelhinhas-floresta-riscocoelho-cesta-cenourascoelhos-irmaos-bunniescoelhinhos-pascoa-familiacoelho-melanciacoelho-porta-pascoacoelha-pascoa-carrinho-bebecoelho-cesta-ovosconejita-coneja-coelhacoelhos-piqueniquecoelha-lendo-filhotescoelha-na-pascoacoelhos-no-bosquecoelha-passeandorisco-coelha-lindarisco-coelhinha-1risco-coelhinha-14

 

 

Frascos organizadores

 

Frascos organizadores

 

 

Sabonete com formato jardim de tulipas

 

Sabonete com formato jardim de tulipas

 

Sabonete em barra imitando um jardim de tulipas.

 

Você precisa de:

1ª etapa         
Base glicerinada branca, 1 kg
Essência, 50 ml
Corante amarelo, laranja e verde, q/n

2ª etapa        
Base glicerinada transparente, 500 g
Essência, 40 ml
Extrato, 30 ml
Lauril líquido, 40 ml

Passos

1

Para a 1ª etapa, separe 600 g de glicerina branca derretida para fazer barras coloridas. Em três panelas, separe 200 g de base derretida, a essência e os corantes (amarelo, laranja e verde). Despeje em uma forma e, quando solidificado, corte em cubos. Já com o verde, utilize o ralador para fazer graminhas.

2

Para as tulipas, derreta 400 g da base glicerinada branca e divida em duas panelas. Uma panela com corante roxo e outra com corante rosa. Acrescente a essência e o lauril. Despeje na forma de silicone e desenforme quando solidificada. Em uma forma retangular com plástico, posicione os cubinhos coloridos, as tulipas e a grama.

3

Para a 2ª etapa, derreta a base glicerinada transparente, acrescente a essência, o extrato e o lauril. Espere esfriar até que fique morno para não derreter a grama. Despeje na forma, espere esfriar totalmente e solidificar.

 

Flores para o cabelo

 

Lindo arranjo com flores e fita de cetim para o cabelo.

 

Você precisa de:

Fita de cetim, 40 cm
Orquídeas artificiais, 2
Tesoura, 1
Alicate de ponta arredondada, 1

Passos

1

Faça um furo no centro da orquídea.

2

Com o auxílio do alicate de bico arredondado, coloque a fita de cetim por dentro e faça um nó.

 

Camiseta estampada infantil

 

Camiseta estampada infantil

 

Aprenda a fazer uma descolada camiseta para o dia a dia.

 

Você precisa de:

Camiseta infantil, 1
Cartolina, 1
Tinta para tecido, 1
Canetas para tecido coloridas, q/n
Rolinho de tinta pequeno, 1
Pratinho, 1
Tesoura, 1

Passos

1

Desenhe uma forma qualquer na cartolina e recorte. Será a máscara para aplicação da estampa.

2

Estenda a camiseta de forma a tirar as dobras do tecido e coloque uma cartolina dentro dela para proteger o avesso.

3

Estique a tinta com o rolinho, coloque a máscara sobre a camiseta e passe a tinta delicadamente.

4

Espere secar e, com a caneta de tecido, finalize a criação da estampa desejada.

 

Barraca

 

Barraca

 

Faça a sua própria barraca e construa um espaço de brincadeiras

 

Você precisa de:

Varões de madeira, 4
Cordão de sisal, q/n
Tecido diferentes, 2 m de cada
Cola quente, q/n
Tesoura, 1

Passos

1

Dobre o tecido no meio e corte de ponta a ponta.

2

Abra o tecido para formar um triangulo.

3

Repita quatro vezes. Você pode utilizar tecidos com estampas diferentes. Cole os tecidos para que fiquem como uma tenda.

4

Para fazer a porta, em um dos lados, corte um pouco mais da metade e enrole. Passe uma fita para segurar a porta. 

5

Amarre quatro varões de 1,60 cm em uma das extremidades, cubra com a tenda e está pronta a barraca.

 

Saída de banho

 

Saída de banho

 

Uma linda saída de banho simples de fazer e muito charmosa.

 

Você precisa de:

Tecido atoalhado, 70 cm x 1,40 m
Tecido de algodão, 1 m
Elástico, 70 cm
Velcro, 80 cm
Tesoura, 1
Linha, q/n 
Agulha, 1

Passos

1

Corte no tecido atoalhado um retângulo de mais ou menos 70 cm x 1,40 m.

2

Dobre ao meio e marque o centro. Costure nesse ponto o elástico.   

3

Corte tiras no tecido de algodão para o acabamento nas bordas. Dobre as tiras ao meio e passe a ferro dobrando as bordas, como se fosse uma bainha.

4

Costure as tiras em toda a volta do tecido atoalhado.

5

Para fazer o fechamento, costure o velcro nas pontas superiores.

 

Batinha xadrez

Batinha xadrez

 

Linda bata xadrez com modelagem básica e fácil de fazer.

 

Você precisa de:

Tecido leve de algodão para a bata, 65 cm
Tecido leve de algodão para a faixa, 30 cm
Papel para molde, q/n
Alfinete de pressão, 1 unidade
Tesoura, 1 unidade
Linha, q/n
Agulha, 1 unidade
Caneta, 1 unidade
Fita métrica, 1 unidade

Passos

1

Risque o molde no tecido e corte duas vezes.

2

Costure as laterais e faça o acabamento da manga e da barra.

3

Dobre e costure a parte superior para fazer a gola, deixando uma abertura para passar a faixa.

4

Corte e costure uma faixa de 1,80 m de comprimento. Passe a faixa pelas aberturas da gola e dê um laço.

 

 

Chaveiro com pingentes naturais

 

Chaveiro com pingentes naturais

 

Belo chaveiro feito de sementes e búzios.

 

Você precisa de:

Gancho para chaveiro, 1 unidade
Cordão de metal, 24 cm
Argola de metal pequena, 17 unidades
Sementes variadas, 13 unidades
Tira de couro reciclado vermelho, 5 cm
Búzios do mar, 3 unidades
Alicate bico achatado, 1 unidade
Hastes de arame, 13 unidades
Fio encerado, 24 cm

Passos

1

Trance o fio encerado por dentro do cordão de metal.

2

Fixe as sementes, os búzios e o couro reciclado na corrente central.

3

Fixe numa das extremidades o gancho para chaveiro. Seu chaveiro está pronto!

 

 

 

 

 

Como fazer uma flor de fuxico de tecido com as pétalas arredondadas

 

Flor de fuxico artesanal

Flor de fuxico

 

 

Como fazer uma cesta de garrafa pet

 

Cestinha de garrafa pet

 

 

Detalhe das flores de fuxico com pétalas arredondadas na alça da cestinha.


Cesta de garrafa pet com flor



Para fazer a cestinha de garrafa pet você irá precisar de:

  • Uma garrafa pet de 2 litros sem rótulo, limpa e seca;

  • Um pedaço de tecido de +/- 34cm x 6cm (comprimento x altura) para a borda da cestinha;

  • Um pedaço de tecido +/- 33cm x 5,5cm (comprimento x altura) para a alça da cestinha;

  • +/- 1,75cm de viés fino;

  • Pistola e bastão de cola quente;

  • Cola pano;

  • Cola de isopor;

  • Tesoura;

  • Estilete;

  • Régua;

  • Duas flores de fuxico com pétalas arredondadas ou o enfeite que preferir.

 

Cesta de garrafa pet


Obs.: se você não tiver a cola de isopor e a cola pano pode utilizar só a cola quente, mas cuidado ao manusear para não se queimar.


Passo a passo de como fazer a cestinha de garrafa pet:

Primeiro pegue a garrafa pet de 2 litros sem o rótulo, limpa e seca e corte com o estilete na marca de baixo de onde coloca o rótulo, se necessário, acerte as rebarbas com a tesoura e reserve. Para fazer a alça da cesta pegue a parte onde coloca o rótulo (parte lisa) e separe-a da parte do gargalo da garrafa pet. Ao separar essa parte do rótulo você terá um retângulo com o plástico liso, estique o pedaço do plástico, apóie a régua encima e com o estilete marque uma linha reta de cima a baixo (no sentido maior), depois a partir da marcação feita anteriormente meça +/- 2,5cm, que será a largura da alça ou então faça da largura que preferir, e marque com o estilete da mesma forma do primeiro risco, agora é só cortar com a tesoura nas linhas marcadas e você terá uma tira de plástico, reserve. Pegue o pedaço de pano maior para a borda da cestinha de pet e cole o viés nas duas laterais maiores usando a cola pano, deixe as duas pontas menores sem colar o viés. Agora cole com a cola de isopor a tira de pano, já com o viés nas duas laterais, na borda da cestinha de modo que as duas partes que tem o viés fiquem do mesmo tamanho (uma parte para dentro e a outra para fora). Depois de colada a tira, cole com a cola pano o viés na parte do tecido que ficou na borda da cesta, ou seja, a tira vai ficar com viés nas duas laterais maiores e no meio, reserve a cesta. Pegue a tira de plástico, o pedaço de tecido para a alça e cole com a cola de isopor o tecido na tira de plástico com as laterais do tecido se encontrando na lateral da tira de plástico. Corte o tecido rente a tira e com a cola pano, cole o viés nas laterais maiores, deixando um espaço da espessura do viés nas laterais menores, colando posteriormente um pedaço de viés nesses respectivos espaços (fica um acabamento melhor). Depois de pronta a alça cole com cola quente nas laterais da cesta pelo lado de dentro e fixe a alça (você pode grampear a alça também, porém terá que esconder o grampo pelo lado de fora e de dentro da cesta), tenha o cuidado de colar uma das pontas da alça no lugar que ficou a emenda do tecido da cestinha e a outra no lado oposto. Agora pegue um pedaço de viés ou uma tira de pano do mesmo tecido que usou na cesta e cole ao redor da cesta abaixo da cintura da pet. Finalize a cesta colocando duas flores de fuxico com pétalas arredondadas nas laterais da cestinha de pet, escondendo assim a emenda do tecido da cesta, você pode usar o enfeite que você desejar e na quantidade desejada.

 

Como fazer uma cesta de garrafa pet


E está pronta a cestinha de garrafa pet, use a sua imaginação e faça lindas cestinhas de garrafa pet para diversas finalidades e ocasiões!!!

 

Veja agora os vídeos mostrando o passo a passo, com todos os detalhes, de como fazer uma cesta de garrafa pet.

 

 

 

 

 

 

Bordando com o ponto haste, passo a passo

 

Hoje é dia de Ponto Haste!

Bordadeiras, todo o ponto atrás está feito?  Vamos ver se conseguimos algum lugar para que todos possam postar fotos dos trabalhos, pois ando querendo ver como as coisas estão caminhando.

Ponto haste tem uso muito semelhante ao do ponto atrás, sendo usado para contornar e traçar linhas de um desenho. Aparece muito nos bordados feitos junto com Patchwork. É o ponto mais adequado para traçar contornos, curvas suaves e linhas sem ângulos muito acentuados.Pode ser usado como base para vários outros pontos, inclusive para preencher espaços.

O ponto resulta em uma linha densa e com uma ligeira torção, que dá um efeito de relevo aos traços bordados: fica parecendo um cordão fino. Muitas pessoas confundem ponto haste e ponto atrás: um é o avesso do outro. Isto quer dizer que o avesso de uma carreira de ponto atrás é uma carreira de ponto haste, assim como o avesso de uma carreira de ponto haste é uma carreira de ponto atrás.

Vamos incorporar ao bordado o ponto atrás e uma variação importante do ponto haste que é usada para contornar formas redondas, comumente chamada de ponto de contorno.

Como todos os pontos, o haste fica diferente conforme o tamanho dos pontos, a quantidade e o tipo de fio usado. É importante achar um tamanho ideal para cada situação e manter a regularidade. Em tecidos mais encorpados, como o algodão cru que estou usando, um ajuste mais firme do ponto ajuda muito a manter a correção da posição de saída da agulha. Um ponto haste muito grande fica sem definição, perde‐se o efeito de “cordão” do ponto. Vale o que já foi dito sobre a tensão e o tamanho dos pontos na aula anterior.Clique para recordar.

A adequação dos materiais é outra coisa das mais importantes – vejam que o resultado do ponto feito com Perlé 8 não é tão bom.  Adequar os fios altera o resultado do bordado 

 

Vamos observar pelos números abaixo a diferença com fios e pontos distintos:

 

Diferença entre fios e pontos distintos

1 – 2 fios de Mouliné DMC 115.

2 – Fio usado foi Coton Perlé 8 cor 321. Coton Perlé é a linha de “novelinho”. Não fica tão boa para ponto haste, pois a torção da linha “briga” com a torção do ponto.

3 – Ponto de contorno para formas redondas

4 – Carreiras pequenas e próximas de ponto haste, para dar o efeito de “cheio”.

5 – Detalhes das pétalas em ponto atrás.

6 – Miolo da flor cheio com carreiras de ponto haste.

 

7 – Letras maiúsculas em ponto haste.

8 – Letras minúsculas em ponto atrás – estas são pequenas demais para resultar em um bom ponto haste.

9 – Flor inacabada com um fio de Mouliné.

10 – Moldura em ponto haste feito pelo avesso – truque dos mais úteis para quem (como eu) não consegue fazer um ponto atrás muito bom – um bom ponto haste resulta em ponto atrás de ótima qualidade no avesso. 

Olha aí meu ponto atrás, feito usando o haste pelo avesso.

Ponto atrás como avesso do ponto haste 

 

Todas as instruções para iniciar e finalizar os fios são as mesmas já descritas na aula anterior. Os materiais usados também são os mesmos.

Os diagramas usados para ilustrar os pontos são de um livro de Sadako Totsuka, clique  Sadako Tostsuka master of embroidery.

O quadriculado usado no diagrama serve apenas para dar ideia do espaçamento usado para os pontos, não se trata de gráfico para contagem.

 

Gráfico para bordar um ponto haste

Agulha sai no inicio do traço a ser bordado, entra  a frente, no tamanho desejado para o ponto e volta ao ponto de partida.

Agulha entra a frente, com a mesma distância dada para o primeiro ponto (dois quadradinhos) e sai exatamente no local em que o ponto anterior terminou.

Continuar fazendo os pontos, mantendo sempre a linha por baixoda agulha.

O ponto forma este cordão bonito!

 

Atenção – o ponto de contorno é feito exatamente do mesmo modo, a única direrença é a posição da linha, que fica por cima da agulha. Este ponto é usado para delinear coisas redondas, pois a posição da linha impede que apareçam “arestas”.

 

Virar uma esquina e finalizar o ponto

Para finalizar o ponto, fazer como mostra o desenho 1, indo para o arremate no avesso. 

Para fazer o ângulo, é só usar as instruções sobre o começo do ponto depois de finalizar o ponto em 1, sem arrematar, só mudando de direção.

Bordando uma quina com ponto haste

 

Vamos ver em fotos como é feito o ponto haste:

 

Ponto haste no início

Sair com a agulha, entrar a frente e voltar ao início. Observar que o ponto é executado da esquerda para a direita.

CANHOTAS – virar toda instrução de ponta cabeça! Ou entre em contato que eu tenho os diagramas especialmente feitos para canhotas.  

 

Veja esse livro, cliquem Bordado para canhotas

Segundo ponto, mantendo o mesmo tamanho do primeiro.

 

Sequência dois do ponto haste
Sequência três do ponto haste

Ver bem como fica o ponto, especialmente a posição da linha.

Completando um ponto haste. Finalizando um ponto haste

 

 

 

 

Fazendo o contorno com ponto haste Agora o ponto de contorno, usado para fazer o miolo da flor.
Exatamente igual, mudando só a posição da linha, que passa a ficar por cima da agulha. Exatamente o mesmo movimento

 

 

 

 

Iniciando a quina Para fazer a quina… 
…finalizar o ponto e recomeçar depois de mudar de direção.  Fazendo a quina com o ponto haste

 

Miolo da flor bordado no ponto haste Detalhe do miolo da flor preenchido com ponto haste.
 Agora o avesso do trabalho: Vejam como fica o avesso do trabalho
 
Trabalho de bordado com ponto haste pronto  E o bordado pronto.

 

Veja informações adicionais sobre ponto haste em meu blog, clique Ponto Haste 

 

Nossa próxima aula vai lidar com ponto corrente e margarida. Os riscos estão nos links, cliquem para ampliar e preparar: Corrente1 , Corrente2

Uma dica para transferir o risco, que tem muitas pétalas para ponto margarida: fazer apenas um traço, não é preciso desenhar a pétala.

 

 

 

 

 

Material para as flores

  • Lápis grafite
  • 5 ml de cola branca à base de PVA
  • Régua
  • Panela para banho-maria
  • 3 rolos internos do papel higiênico
  • Termômetro
  • Tesoura
  • 500 g de parafina
  • Pincel nº 0
  • Recipiente com água gelada

 

Como fazer

Recorte as pétalas Use a régua e a marque linhas de 1cm no rolo de papelão. Recorte. Essas serão as pétalas.
Cole uma na outra Com o pincel passe cole em uma das extremidades da pétala.
Segure firme até colar Junte uma à outra e aperte firmemente até colar.
Faça a flor com seis pétalas Você precisará de seis pétalas para formar a flor.
Mergulhe na parafina Aqueça a parafina no banho-maria e com o termômetro confira pois a temperatura deve estar a 75°. Pegue a flor e mergulhe uma metade. Deixe escorrer o excesso. Repita o processo com a outra metade.
Mergulhe na água gelada Em seguida mergulhe na água gelada para endurecer a parafina.
Faça a mesma coisa com as outras flores que for usar.

Nesse ponto sua flor já estará pronta para você usar em suas peças. A parafina serve para dar um melhor acabamento no papelão e também para aumentar a sua resistência. Caso você tenha velas velhas em casa, pode derretê-las e usá-las no lugar da parafina. O efeito é o mesmo e ficará mais econômico. A Thaís diz que a sobra da parafina pode ficar guardada para a próxima vez que precisar.

 

Puxar a agulha na linha do desenho (1) e fazer o ponto para trás (2).

Puxar a agulha novamente pouco à frente do ponto (3), fazer outro para trás inserindo a agulha no lugar de onde saiu o primeiro ponto (4) que é o mesmo lugar de(1). Seguir adiante.

Confira o esquema do ponto atrás

Manter uma boa tensão – nada de pontos frouxos! Não apertar a ponto de deformar o tecido, mas dar um ajuste que seja suficiente para que a agulha encontre o “buraquinho” do ponto anterior. Mais um diagrama do ponto atrás

O tamanho é importante, pontos muito grandes tendem a ser pouco graciosos e pontos muito pequenos dão a impressão de “mastigar” o tecido. Mas, o mais importante de tudo é manter a regularidades dos pontos.

 

Mantenha a regularidade em pontos e tensão

 

 

 Insira a agulha distante do início Para começar com arremate posterior entrar com a agulha em local distante daquele em que o ponto vai ser iniciado…
… deixando um bom pedaço de fio “sobrando”.  Deixe uma sobra de fio para trás
Dê o primeiro ponto   Depois iniciar o ponto normalmente.

 

Observem abaixo que a agulha entra exatamente no mesmo local em que o ponto anterior começou.

Iniciando o ponto seguinte Finalizando o ponto

 

 

 

 

Lembram que no início ficou uma sobra de linha para trás? Vejam como vamos arremata-la.

Comece puxando o fio para o avesso…  Puxe a linha para o avesso

 

… coloque na agulha e entrelace nos pontos já bordados, fazendo um vai e vem com a linha. Observe:

Retorne o fio para o lado anterior Passe o fio para o outro lado Ponha a sobra de linha na agulha

 

Faça esse vai e vem no máximo 5 vezes.

Corte a sobra do fio desse arremate Corte as sobras depois de feito o arremate.  

 

Todos os arremates de fio são feitos desta maneira, sempre entrelaçando pelos pontos dados, nunca enrolando a linha sobre os pontos ou dando nós.

O arremate posterior é usado quando não temos a “argolinha” que é formada quando se usa o fio dobrado ao meio.

 

 

Tire apenas 1 fio de linha da meada, com o dobro do tamanho desejado e dobre ao meio. Passe as duas pontas pela agulha. Dobre o fio ao meio e passe pela agulha
Saia com a agulha do avesso para o direito Saia com a agulha do avesso para o direito, no local do ponto…
 …deixando a argolinha no avesso. Fazer o ponto e passar a agulha para o avesso. Deixe a argolinha do avesso
Passe a linha pela argola Passe a agulha por dentro da argolinha… 
 … prendendo o fio. Pronto, ele está arrematado. Puxe a linha para firmar a argolinha
 Continue o bordado normalmente  Continue a fazer os pontos normalmente. 

 

 

 

O fio na agulha acabou, o que fazer? 

Deixe a ponta do fio que está acabando bem visível, no direito do trabalho, de modo a não perder de vista o local em que o novo fio deve sair para continuar o trabalho. Como trocar de fio durante o bordado
Saia com o outro fio no mesmo ponto onde o anterior terminou

Saia com o próximo fio exatamente no mesmo lugar em que está o fio a ser finalizado. 

Isto é muito importante: alguns pontos ficam muito feios se a troca da linha não é feita corretamente.

Continue a fazer os pontos do bordado normalmente e arremate os fios no fim do trabalho conforme a técnica explicada no início.

 

Continue seu bordado normalmente

 

 

Como bordar uma quina

 

Continue a trabalhar sem alterar o andamento de entrar para trás e sair na frente da linha, mesmo virando a quina. 

Não tem segredo.

Fica um pequeno ponto diagonal no lado do avesso. Avesso da quina bordada

 

Dicas finais

 

Verso do ponto atrás O avesso do ponto atrás é o ponto haste, que fica parecendo um cordão, mais grosso que o direito. Assim todo cuidado na hora de arrematar; evitar fazer mais que um arremate no mesmo lugar. 

 

O arremate entrelaça cerca de 5 pontos, isto é suficiente. Evite atravessar grandes espaços, isto fragiliza o trabalho e pode prejudicar o direito do trabalho. É melhor atravessar pequenos espaços do que arrematar várias vezes.

 

A primeira coisa a fazer para ter um bom avesso é fazer um bom bordado no direito. E não ficar com “Síndrome de Avesso”. Esta é uma doença impeditiva, causadora de danos consideráveis. Avesso do trabalho pronto

 

Ao que parece, o conceito de que a qualidade de um bordado deve ser medida pelo avesso, tem muitos adeptos, particularmente entre as pessoas que não bordam.

A prioridade deve ser sempre o direito do trabalho. Um trabalho cujo direito está bem feito tem, necessariamente, o melhor avesso possível, caso contrário o direito também não estaria bom.

 

Bordando o ponto atrás com capricho

Isto conclui a nossa aula sobre ponto atrás.

Por favor, escolham seus fios, preparem essa etapa, e lembrem-se que vamos fazer um projeto depois com tudo o que está sendo bordado nestas aulas. 

 

O risco para a próxima aula está aqui, clique nesses links para imagens: Risco1 ou Risco2 Essa será a tarefa para a próxima aula: já deixem preparado no tecido.

Informações complementares sobre os materiais usados assim como dicas e links para gráficos e outros tutoriais podem ser encontrados em meu blog, clique, Ofício da Agulha.

 

 

 

 

 

Pra quem está bem no começo, a dica da equipe doAprendendo Croche ensina a fazer esses amores-perfeitos, numa vídeo-aula muito bem explicada. Para assistir, clique:amor-perfeito em crochê. Amor-perfeito feito com a técnica do crochê
Hibisco em fios com técnica de crochê Essa flor é um hibisco, ensinada no site da Círculoque também oferece uma vídeo-aula. Para assistir clique:Flor de Hibisco em crochê.
Para terminar o crisantemo, em duas opções de receitas oferecidas pelo site Corrente. Confira as receitas, cliqueCrisantemo em crochê  Crisantemo de crochê em duas formas diferentes

 

Para fazer o galho usem arame  floral que pode ser fixado nas flores com cola de tecido ou por encaixe no miolo. Folhas complementam bem o conjunto.

Em todos esses sites existem outras opções de flores e folhas para vocês aprenderem e enriquecerem seus arranjos. Aprendam, criem e escolham vasos vintage para compor um verdadeiro arranjo retrô para dar aquele toque atual à sua decoração.

 

Brinco de crochê feito em torno de um gota, modelo para a primavera

 

Brinco pingente de crochê para enfeitar o verão

 

Faça uma correntinha com 5 pontos. Feche em círculo e trabalhe seguindo o gráfico. Terminado o gráfico, parar. Passar o ganchinho entre os pontos do início do trabalho. Se você tem dúvidas quanto aos pontos usados, cliqueaqui e leia essas dicas.

 

Gráfico para fazer o brinco de crochê

 

Gráfico para fazer o brinco de crochê

 

Modelos variados de brincos de croche

Quadrinho emoldurando um gráfico de crochê de borboleta, objetos decorativos

 

Acho super interessante quando vamos além da técnica de artesanato em si. Hoje estou me referindo aos trabalhos manuais como o crochê. Que tal tratar o crochê como algo a mais e transformar seus pontos e gráficos em objetos decorativos? Separei duas sugestões bem bacanas com links para asdicas e passo a passo de como reproduzir.

A primeira dica não é o abajur, que também é uma ótima sugestão, mas sim o quadrinho com uma amostra de crochê. O gráfico de borboleta fica perfeito emoldurado e transformado em objeto decorativo. A dica vale para outros gráficos, já pensou num conjunto de pequenos quadros decorando a parede do quarto? Super gracioso. 

Pra quem quer ter o seu, segue abaixo o gráfico de uma borboleta que encontrei no blog Claudia Crochê, clique para visitar e tirar suas dúvidas, pois vou lembrando desde já que crochê não é o meu forte. Para ampliar clique na imagem.

 Gráfico de borboleta de crochê para usos variados

Outra sugestão de uso decorativo do crochê e que eu adoro, são as pedras revestidas. Uma coisa valoriza a outra, até parece que pedra e crochê se complementam perfeitamente. Espiem só que graça, fica perfeito também para presentear e oferecer como lembrancinha em ocasiões especiais. Pra quem pensa que não serve para nada, imagine como peso de papel sobre a mesa do home-office.

 

Pedras revestidas com crochê, para colecionar ou oferecer como lembrancinha 

 

Gostou? Pois o site Purl Bee ensina o passo a passo com imagens, bem explicadinho pra quem quer revestir suas próprias pedras. Clique e confira. Passo a passo de como revestir uma pedra com crochê

 

E uma das dicas mais fofas, que incrementam o procedimento das pedras revestidas, são os pequenos pratos de porcelana com a mesma cobertura. Vejam que peças mais interessantes numa combinação de pratos e pedras. 

Pra quem já imaginou esses pratos decorando uma parede, posso oferecer duas dicas a confirmar com testes:

  • Leve seus pratos num vidraceiro bem equipado que possa fazer furos neles com brocas diamantadas. Assim você pode prender a pedra através do prato e pendurar na parede.
  • Cole a pedra no pratinho usando Durepoxi e depois pendure o prato normalmente com suportes comuns.

 

Pratos e pedras revestidos de crochê

 

 

A peça de hoje foi bordada por Monica Moura: lindos pontos, ótimo avesso!

 

 

porta recadinho borboleta

SAM_5039

 

[molde porta recadinho borboleta[5].jpg]

 

02

 

03

 

04

 

05

 

06
07
08
09
010
011
012
013
014
015

 

 

 

Tire as medidas da latinha e corte utilizando a base apropriada (base de corte) e o estilete. Use papel de scrap estampado.



         Para colar na lata utilize fita dupla face.






Para fazer a bochecha rosada use o giz pastel oleoso vermelho.

Passe o giz no dedo e em movimentos circulares no rostinho da boneca.

 

Use tinta p.v.a branca para pintar os olhinhos.





Use sianinha para o acabamento da lata.



             Cole a bonequinha na latinha.


Corte uma tira de e.v.a na medida da latinha.


Veja que faltou e.v.a., mesmo assim vamos utilizar este pedaço.

Cole utilizando cola instantânea. A parte que sobra você irá colar para dentro da lata.


                                 Vai ficar assim.



Depois faça a montagem do menino com os moldes (que estão logo abaixo). Desenhe e pinte o rostinho.




ALFABETO


Recorte todos os moldes e risque no e.v.a. apenas uma vez. Cole a peça de e.v.a em cima da placa, deixe pequenas aberturas na peça.


Recorte para fazer o contorno


Faça isso em todas as peças que você colocará o enchimento (fibra sintética)


Deixe uma abertura, não passe cola em toda a peça pois você precisa colocar o enchimento.


Encha com fibra sintética, todas as peças e finalize fechando com a cola instantânea.


 



Pinte os olhos com tinta acrílica fosca.


Depois do enchimento e da pintura incie a montagem da girafa.
Para pendurá-la coloque arame maleável ou fita de cetim.




OBS: Gostaram? Visitem o site  lá tem coisas maravilhosas.



fotos tiradas da internet



Aprenda a fazer um vaso de garrafa PET


	O vaso parece de cristal, mas com a vantagem de ser inquebrável, sem custo algum e que ainda pode ser reciclado posteriormente l Fotos: WikiHow

 

As garrafas PET estão presentes no nosso dia a dia e são responsáveis por grande volume nos lixões e aterros sanitários e pela contaminação do solo e dos oceanos. Porém, existem diversas maneiras de evitar o descarte deste material, que pode ser totalmente reaproveitado.

O CicloVivo separou a dica do site wikiHow decomo fazer um vaso de garrafa plástica, com um acabamento que lembra um vaso de cristal, mas com a vantagem de ser inquebrável, sem custo algum e que ainda pode ser reciclado posteriormente.

Materiais: 1 garrafa PET (de preferência transparente) e 1 tesoura.

Como fazer:

- Depois de lavar bem uma garrafa plástica e retirar seu rótulo, corte-a na parte superior à parte lisa da garrafa, onde geralmente ficam os rótulos.

- Picote a parte superior da garrafa com cortes retos e espaçados por toda a sua volta. Sempre corte os segmentos ao meio e depois corte-os ao meio novamente para obter tiras finas do mesmo tamanho.

 

 Pressione com cuidado e dobre todas as tiras para fora, para deixar os picotes  nivelados. Pressione a garrafa de cabeça para baixo em uma superfície plana para garantir que fiquem alinhadas.

- Para começar a dar o acabamento, dobre uma tira por cima da próxima e por baixo das outras duas seguintes.

- Dobre a próxima tira da mesma maneira, porém dessa vez passe-a por cima de duas tiras e por baixo de uma.

- Dobre a terceira tira da mesma maneira que fez na primeira. Depois continue neste padrão até as últimas três, e então dobre cada uma sobre a outra, até que o acabamento fique completo.

Por causa do peso do plástico, que é muito leve, adicione pedras decorativas, como brita, pedra rolada ou cascalho. Quando você adiciona as pedras, permite que a luz brilhe através de seu vaso, assim ele produzirá belas cores. Clique aqui para ter mais ideais do que pode ser feito com garrafas PET.

 

Cofrinho


As garrafas plásticas não precisam ser descartadas desde que a criatividade seja colocada em prática. Este material pode tomar diversas formas, conforme mostrado muitas vezes pelo CicloVivo, e principalmente pode ser usado em trabalhos manuais e momentos de diversão com as crianças.

A norte-americana Martha Stewart ensinou uma técnica simples para transformar a garrafa PET em um cofrinho em formato de porco. O artesanato aplica a técnica de Upcycle e também serve para ensinar as crianças, como cuidar adequadamente das finanças.

Materiais necessários: garrafa plástica, papel colorido, tampas de garrafa, fita dupla face, cola, mola e estilete.

Como fazerO primeiro passo é fazer a higienização da garrafa. Para isso lave-a com água quente e sabão e deixe secar. Para fazer o cofrinho no formato de porco, as garrafas ideais são as mais achatadas, pois deixarão o “animal” mais gordinho. As garrafas de outros formatos podem dar vida a outros personagens.

Os papeis coloridos devem ser cortados no formato de olhos, orelhas e nariz. Também é interessante cortar uma fita de papel para passar em volta da garrafa, dando um toque especial ao artesanato. Para colar os recortes pequenos pode ser usada cola quente ou branca. Já o recorte maior, deve ser colado com fita dupla face.

As tampinhas de garrafa serão usadas para fazer as patinhas, que também serão o apoio do cofre. As quatro “patas” devem ser coladas com cola quente, de forma simétrica.

Assim, o cofrinho já está quase pronto, basta apenas usar o estilete para fazer o recorte da abertura para a entrada de moedas e colar a mola que fará a vez de “rabinho de porco”.

Aprenda a fazer uma caixa de garrafa PET

 

 

As garrafas PET podem ter diversas utilidades e elas também são ótimas matérias-primas para o artesanato. Uma sugestão para esse item plástico é transformá-lo em pequenas caixas “porta-treco” ou apenas decorativas.

Para isso, os materiais necessários são: tesoura, alicate, fita crepe, quatro garrafas PET cortadas em tiras de dois centímetros de largura, elásticos e um molde, de preferência no tamanho 10x10 cm.

Como fazer:

- O comprimento das tiras deve ser suficiente para envolver as laterais e o fundo da caixa, deixando ainda uma sobra de quatro centímetros, na abertura superior. Essas fitas de PET serão usadas em todo o processo, e se a caixa for quadrada elas podem ter sempre o mesmo tamanho.

- Primeiro é necessário cobrir o molde com as tiras, prendendo-as com elástico e forçando bastante as dobras, para que elas sejam formem adequadamente um quadrado, com a base reta.

- Na segunda etapa, as novas fitas devem ser passadas de maneira entrelaçada com as fitas já colocadas anteriormente. Lembre-se de ter cuidado para que todas as fitas estejam dispostas e entrelaçadas da maneira correta. Pois, isso dará a firmeza na caixa. Uma dica é começar uma fita da direita para a esquerda e a outra fita no sentido inverso.

- Para reforçar, passe algumas fitas “extras” pela trama, assim a estrutura ficará ainda mais resistente. A finalização exige um cuidado específico com as sobras de tiras. O excesso da parte superior deve ser dobrado e entrelaçado com as fitas, na altura da terceira tira. Se ainda assim sobrar algum pedacinho, ele pode ser recortado, com cuidado para não sobrar um “canto vivo”, que possa machucar.

- O alicate e a fita crepe entram na última etapa: reforçar os vincos. Primeiro passa a fita crepe nas “dobras” e depois aperte-as com o alicate. A fita é usada para proteger a caixa das marcas que o alicate pode deixar no plástico, por isso, pode ser retirada posteriormente.

- Apesar de ser uma sugestão para caixas de dez centímetros, é possível aplicar a técnica a modelos maiores, de acordo com a escolha de quem fará o artesanato.

 

 

3 dicas de como reaproveitar CDs velhos

 

 

Por muito tempo os CDs foram utensílios bastante comuns e extremamente importantes para diversos serviços. Com o advento da tecnologia, eles foram aos poucos trocados por métodos mais práticos e eficientes. Mesmo assim, os CDs rejeitados podem tornar a ser úteis. O CicloVivo separou dicas de como reaproveitá-los.

Globo espelhado

Os globos espalhados sempre dão um charme especial às festas. No entanto, ele parece ser algo pouco acessível para quem quer transformar a sala de casa em uma pista de dança por algumas horas, já que um modelo de 80 centímetros de diâmetro chega a custar R$ 650.

Para torná-lo algo possível a todos é possível fazer um modelo artesanal, utilizando os CDs velhos como principal matéria-prima. Para este artesanato ainda será necessário: tesoura, bola de isopor (no diâmetro desejado para o globo) e cola quente. A quantidade de CDs varia de acordo com o tamanho da esfera de isopor. 

O primeiro passo é o corte dos CDs em quadradinhos pequenos, de aproximadamente 2cm x 2cm. É possível cortar com a tesoura mesmo. Eles ficarão parecidos com pastilhas espelhadas. Depois, basta colá-las em volta de toda a bola de isopor. É preciso utilizar pouca cola quente, para que ela não deforme a estrutura de isopor. Por ser leve, o globo pode ser fixado ao teto por um fio de nylon. Os CDs refletirão diversas cores, o que deixará a festa muito mais animada.


Porta-copo

O formato do CD, por si só, já é eficiente para servir de porta-copo. Porém, é muito mais legal quando ele é enfeitado e personalizado. A sugestão é aproveitar os CDs antigos e fazer pinturas, colagens, ou até revesti-los com tecidos como feltro e crochê, que deixem o porta-copo mais bonito, podendo servir até como objeto decorativo.


Marcador de páginas

Os CDs ainda podem ser transformados em marcadores de páginas. Esta dica é ideal para quem tem um pouco de prática em costura, pois o ideal é encapar os CDs com feltro, costurando formas distintas, como animais, personagens de desenhos animais, entre outras coisas. Para finalizar, costure duas fitas, que auxiliarão a marcação das páginas.


CADEIRA COM GARRAFAS PET

É fácil montar móveis com garrafas PET? Agora que a técnica foi desenvolvida, a resposta é sim.

Se hoje a confecção de móveis com garrafas PET já está se tornando uma prática conhecida, isto se deve ao espírito inventivo e ao pioneirismo do Prof. Sebastião Feijó, criador da técnica.

Material necessário:

  • Garrafas plásticas de dois litros (200 a 250 para a poltrona e 40 a 50 para o pufe)
  • Tesoura
  • Fita adesiva larga (ou barbante nº 6/8)

Etapas:

1 - MONTANDO A PEÇA DE RESISTÊNCIA

1.1 Separe uma garrafa limpa, vazia e sem rótulo. Vamos chamá-la de peça "a": 

1.2 Pegue uma garrafa e corte-a ao meio. Vamos chamar a parte de baixo de peça "b" e a de cima de peça "c":

     

1.3 Corte outra garrafa ao meio. Vamos chamar a parte de baixo de peça "d" e a de cima de peça "e": 

    

1.4 Encaixe a peça "c" dentro da peça "b":

DICA: use uma chave de fenda para ajudar a encaixar as peças. pet-1f.jpg (6718 bytes)  

pet-1f.jpg (6718 bytes)    

1.5 Encaixe a peça "a" dentro da peça "b+c":  

       

1.6 Encaixe a peça "d" por cima da peça "a+b+c" pet-1j.jpg (11462 bytes)  

pet-1j.jpg (11462 bytes)     

Está pronta a PEÇA DE RESISTÊNCIA.

2 - MONTANDO O ASSENTO DA CADEIRA

2-1. Faça 16 peças de resistência e prenda-as, duas a duas, com fita adesiva, formando oito duplas:pet-2a.jpg (13086 bytes)

pet-2a.jpg (13086 bytes)

2-2. Junte novamente os conjuntos de dois em dois, formando quatro grupos de quatro peças de resistência:pet-2b.jpg (16774 bytes)

 

pet-2b.jpg (16774 bytes)

2-3. Mais uma vez amarre de dois em dois, formando dois grupos de oito peças de resistência:pet-2c.jpg (27872 bytes)

pet-2c.jpg (27872 bytes)

2-4. Amarre os dois grupos de oito peças de resistência para formar o ASSENTO DA CADEIRA:pet-2d.jpg (42486 bytes)

pet-2d.jpg (42486 bytes)

3 - MONTANDO O ENCOSTO DA CADEIRA

3-1. Encaixe três peças "b+c" por cima da peça de resistência, formando um tubo. Faça dois tubos dessa maneira.          

     

3-2. Faça mais dois tubos, dessa vez encaixando quatro peças "b+c" sobre a peça de resistência. Amarre os quatro tubos com fita adesiva para formar o ENCOSTO DA CADEIRA:  

3-3. Faça mais dois tubos, dessa vez encaixando quatro peças "b+c" sobre a peça de resistência. Amarre os quatro tubos com fita adesiva para formar o ENCOSTO DA CADEIRA:pet-3c.jpg (39102 bytes) 

pet-3c.jpg (39102 bytes)

3-4. Junte o ENCOSTO ao ASSENTO com várias voltas de fita adesiva para ficar bem firme.
ESTÁ PRONTA A CADEIRA!

pet-final.jpg (70515 bytes)



Bijuterias em papel


Foto: Begonia Javares

O que você precisa: 

  • papéis coloridos usados: revistas, papéis de presente, etc.
  • régua
  • lápis
  • tesoura
  • cola branca
  • linha ou fio de nylon
  • agulha grande

Etapas

1. Numa folha de revista ou papel de presente, desenhe com o lápis triângulos de 3 cm de base e pelo menos 6 cm de altura.

2. Corte os triângulos de papel. Para fazer um colar curto, você precisa de 15 triângulos.

3. Enrole cada triângulo utilizando a agulha como apoio.

4. Cole a ponta do triângulo com cola branca. Retire a agulha e pronto: está formada a pérola. 

5. Depois de prontas, junte as pérolas com uma linha ou fio de nylon.

Dicas

  • Use verniz incolor ou cola branca diluída em água para impermeabilizar as pérolas.
  • Faça colares de várias voltas.
  • Experimente papéis com coloridos diferentes e faça proveito dos vários padrões que podem surgir.
  • Intercale contas e miçangas entre as pérolas.
  • Faça conjuntos de colares e pulseiras.

 

Aproveitamento integral de alimentos

 

O combate ao desperdício pode começar de maneiras bem simples, como através do aproveitamento das partes tradicionalmente não usadas dos alimentos. Este é o fundamento do projeto Aproveitamento Integral de Alimentos, elaborado pelas nutricionistas Regina Glória Ramos, Daniela Carvalho Salaberga e Ariane Fontes dos Santos.

A idéia surgiu de uma preocupação da socióloga Nadja Moraes, que em sua trajetória de resgatar perdas de autoestima e cidadania percebeu que o resgate de valores deve acontecer nos mais diversos sentidos. Tendo como aliada Regina Glória Ramos, elegeu como estratégia de ação o combate ao desperdício de alimentos, destacando seu valor nutricional.

As receitas apresentadas a seguir são apenas uma pequena amostra do que pode ser feito se soubermos utilizar aquilo que iria para o lixo: talos, cascas, folhas e sementes podem dar um sabor especial às receitas convencionais, resultando em produtos saborosos, de baixo custo e altamente nutritivos.

DOCE DE CASCA DE BANANA

Ingredientes:

  • Cinco xícaras (chá) de cascas de banana nanica bem lavadas e picadas.
  • Duas xícaras e meia (chá) de açúcar.

Como preparar:

Cozinhe as cascas, em pouca água, até amolecerem. Retire do fogo e escorra. Bata as cascas com um pouco de água no liquidificador e passe por uma peneira grossa. Junte o açúcar e leve ao fogo, mexendo sempre, até desprender do fundo da panela.

Rendimento: 12 porções.
Valor calórico de cada porção: 135,4 cal.

Dicas: Para fazer docinhos de enrolar, depois de passar as bananas batidas com água pela peneira grossa acrescente duas colheres (sopa) de farinha de trigo e leve ao fogo, mexendo sempre, até desprender do fundo da panela. Deixe esfriar um pouco e adicione uma colher (sopa) de margarina, misturando bem. Deixe esfriar, enrole e passe em açúcar cristal.

PATÊ DE TALOS

Ingredientes:

  • 500 gramas de ricota.
  • Duas xícaras (chá) de talos de beterraba, agrião e espinafre.
  • Uma xícara (chá) de azeite de oliva.
  • Duas colheres (sopa) de molho de soja.
  • Duas colheres (sopa) de molho inglês.
  • Meia xícara (chá) de salsa e cebolinha picadas.
  • Meia xícara (chá) de rama de cenoura picada.
  • Meia xícara (chá) de maionese.
  • Sal e pimenta do reino a gosto.

Como preparar:

Numa tigela amasse bem a ricota com um garfo. Adicione o restante dos ingredientes e misture bem até obter a consistência de pasta.

Rendimento: 12 porções.
Valor calórico de cada porção: 135,4 cal.
Dicas: Substitua o azeite de oliva por óleo de soja, girassol ou milho e acrescente dez azeitonas pretas ou verdes.

 

 

 http://www.tonygifsjavas.com.br/assinaturas_personalizadas/ass_daisy_artes.gif

 

 

Camiseta com botões

 

 

Material

 - 1 camiseta preta básica 

- Tesoura 

- 130 botões de tamanhos diferentes nas cores vermelho, marfim, preto e marrom 

- Agulha e linha de costura preta

Como fazer

- Recorte o contorno da gola, o ombro direito e a barra da camiseta, seguindo os esquemas 1 e 2 

- Corte o retalho do tecido que sobrou da barra de acordo com o esquema 3 

- Costure o retalho na camiseta, criando a alça a ser bordada 

- Borde os botões, alternando as cores e os tamanhos

Dica

 “Para dar um toque artesanal, a peça deve ser cortada a fio e costurada a mão”, ensina Weider Silvério, o estilista que customizou esta camiseta.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

image

 

 

 

 

 

 


 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Pap- bolsa facil, facil..

 
A maioria dos homens questiona o fato das mulheres estarem sempre com uma bolsa à mão, este acessório já virou motivo de piadas para eles e sobrevivência para elas. É que para as mulheres a bolsa não é apenas um complemento, ela é parte da vestimenta, como se sem a bolsa, elas ainda estivessem “nuas”.
Verdade que a maioria das mulheres afirmam que em sua bolsa batom, blush e rímel não podem mesmo faltar! Mas não é só isso. Além destas “cositas” básicas , nós mulheres  ainda levamamos documentos, cartão de crédito, uma sombrinha em dias de chuva e por aí vai., enfim quanto maior a bolsa, maior o conteudo.
Que tal voce mesma criar uma bolsa  da cor e tamanho de sua necessidade? Segue abaixo um modelo bastante facil..
 
 
 

Renda-se...

 
 

Cabelos-cortes e penteados

 

Importante que antes de fazer o corte de cabelo da moda  , você deve conversar com o seu cabelereiro e ver se realmente o corte vai se enquadrar em seu formato de rosto para que o corte deixe você mais bonita.

Ter em mente que os cortes de cabelos são para deixa-la mais bonita e jovem não importando o modelito ou o desenho do corte de cabelo da moda, procure dar mais estilo e beleza escolhendo um corte bem moderno e que no final voce se sinta bem.
Quanto ao penteado, observe a ocasiáo, a roupa que ira usar e seu estilo. Se for a um evento importante procure testar o penteado alguns dias antes para não ter uma surpresa no dia. Eu mesma já fiz uma pessima escolha certa vez quando quis usar um penteado preso para um casamento que no final me deixou com uns vinte anos a mais,    e como sai do salào em cima da hora, não tive como mudar. 
Te convido para apreciar alguns modelos..
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
SEGUE ALGUMAS DICAS PARA UMA MAQUIAGEM PERFEITA..


Toda mulher sabe que a maquiagem para a noite é mais carregada, mais over, enquanto que o make para o dia a dia é mais leve e suave, dando a impressão de naturalidade. No entanto, ainda há mulheres que acabam errando na dose de maquiagem de acordo com o evento ao qual vai participar. Então, seguem algumas dicas:

  • - Para ir à escola, à faculdade ou ao trabalho, a maquiagem é permitida, mas tem maior efeito de correção. Assim, deve-se passar o corretivo nas olheiras e pequenas imperfeições. Além disso, uma sombra clara, como a bege, cai muito bem na pálpebra, com o côncavo como sendo limite. Rímel ou máscara para cílios e um blush rosado, em tom coral, ajudam a completar o look. Na boca, um batom nude, um gloss claro ou um hidratante labial fazem a diferença.
  • - Para um evento noturno, como uma balada, o objetivo é não só apagar as imperfeições, mas deixar a mulher estonteante. Assim, uma sombra no côncavo dos olhos, misturada com sombra mais clara para iluminar o olhar, acrescentando com um lápis de olho no contorno, um blush e um gloss deixam o visual perfeito
 
 
Fazer uma Maquiagem bonita e prática nem sempre é fácil para todas nós. Então, aqui vão dicas valiosas sobre o relaxante e criativo momento da Maquiagem!!!

Antes de aplicar a maquiagem, é importante passar por um processo de limpeza,esfoliação, tonificaçãohidratação e proteção da pele:
  • A limpeza é essencial para remover as impurezas e o excesso de oleosidade;
  • A esfoliação ajuda a remover a camada de células mortas, deixando a pele fina e macia;
  • A tonificação ajuda a manter o vigor da pele durante todo o dia e retira resíduos de poluição;
  • O hidratante deve ser de preferência com filtro solar.
  • Caso o hidrante não tenha filtro solar, use um filtro de no mínimo fator 30 .
  • Logo após o hidratante e filtro, para deixar a pele mais bonita, fixar melhor a maquiagem e tirar o brilho, uma boa dica é o uso do Primer. Pimer é um produto utilizado como pré-maquiagem, depois do hidratante e do filtro e antes da base e pó. A função dele é uniformizar a pelediminuir a oleosidadefechar os poros e principalmente, fixar a maquiagem por mais tempo. 















Casamento parte 1- o vestido ideal..

 
Dicas para um dia perfeito... 

Se voce esta pensando em casar ou ajudando alguma amiga ou parente, veja algumas dicas para  um casamento perfeito-
Se puder  contrate um cerimonial para que voce voce desfrutar deste momento sem grandes surpresas.
1- Cerimônia:
  • Relembre as músicas e sua ordem;
  • Defina quem vai avisar a noiva o momento dela entrar;
  • Alinhe a ordem de entrada dos padrinhos;
  • Alinhe se você querem fotos com a família no altar;
  • Caso tenha algum objeto especial para ser usado, certifique-se de que ele já está nas mãos do cerimonial;
2 – Fotos Família e Padrinhos:
  • Defina onde serão tiradas as fotos;
  • Defina o momento;
  • Alinhe com o cerimonial que todos os padrinhos serão avisados do momento foto, na concentração da cerimonia;
  • Defina como quer tirar as fotos e que fotos quer:
    • Com os pais da noiva;
    • Com os pais do noivo;
    • Com as mães;
    • Com as avós;
    • Com todos os padrinhos e/ou madrinhas;
    • Todos juntos;
    • Com as daminhas e pajem;
    • Com a família toda (Tios, avós, primos...);
3 – Entrada Festa:
  • Defina com que música vocês entrarão;
  • Defina se farão brinde na pista;
  • Defina a música da primeira dança;
  • Defina se vão agradecer aos convidados e se usarão o microfone;
  • Caso tenham algum video ou surpresa, definam em que momento o farão;
4 – Festa:
  • Alinhe com o cerimonial quem ficará perto dos noivos durante a festa (Caso você precise de alguma ajuda, eles tem que estar próximos);
  • Alinhe com esta mesma pessoa que leve bastante água e comida aos noivos;
  • Peçam para que um garçon fique sempre próximo de vocês;
  • Peça para o cerimonial ficar atendo ao cabelo da noiva, não é legal ficar descabelada no seu grande dia;
  • Alinhe com o cerimonial onde será a saída, para que todos os convidados peguem bem casados ou outra lembrancinha;

5- Pós Festa:
  • Peça para o cerimonial separar doces, bolo e as lebrancinhas para os noivos e familiares levarem para casa.
Ai aproveite a festa e curta sua lua de mel e claro seja muito feliz  ♥

dicas-queridasjosephinas.blogspot.com.br


 
 
 O detalhe do vestido dispensa o véu e pede o cabelo preso..

 
Que tal apostar num modelo romantico..
Para um dia frio aposte num modelo com mangas para ficar confortavel  ..
 
 
Simples e sexy ao mesmo tempo..
 
Consulte seu noivo antes se optar por um modelo como este, ( e o padre tambem)
 
 
Se estiver com tudo em cima e quiser arrasar que tal este?
 
Quem disse que é problema?
 
Romantico e belissimo...
Noivas gordinhas, vejam estas dicas...
 
 
Modelo para noivas gordinhas, vejam algumas dicas..

 
  • Ao escolher seu vestido de noiva, prefira aqueles com corte em formato de A, ou seja, são justos no peito e, a partir da cintura, se abrem levemente. Cuidado: fuja dos vestidos de noiva com muito volume na saia.
  • Vestidos de noiva com manguinha são perfeitos para noivas gordinhas, principalmente se você não se sente à vontade com os braços à mostra. Outra opção é o bolero, que está na moda.
  • Vestidos de noiva com decote em V também são ideias para as noivas gordinhas. Não exagere no decote e prefira alças largas.
  • Se você é apaixonada por um tomara que caia, não precisa abrir mão dele. Uma opção é colocar uma espécie de estola de tule transparente em cima de seu vestido com um belo broche de lado. O truque esconde os braços e um pouco do colo, mas a transparência valoriza a beleza do tomara que caia..
 
                         Valorizando o colo...
 
 Este modelo é especial  pois, apos a cerimonia, na festa voce tem a opção de deixa-lo curto e aproveitar a recepção confortavelmente..


 
 Lindo modelo para ser usado num dia quente...
 
 
 
Que tal aprender a fazer uma linda trança "escama de peixe"?

1) comece separando o cabelo em duas partes;
2) pegue um pouco de cabelo da parte direita da metade (A) e cruze para o lado esquerdo, por cima;
3) pegue um pouco de cabelo da parte esquerda da metade (B) e cruze para o lado direito, por cima;
4) aperte o cabelo, para manter a trança no lugar;
5) repita o passo 2 (C);
6) repita o passo 3 (D); continue repetindo até chegar no final do cabelo (E).



 

 

 

 

Votação
O que você acha desse site? Dê sua nota
9|95|blue
Ver Resultados

Rating: 2.9/5 (2604 votos)




ONLINE
2





Partilhe este Site...